A Junta de Freguesia de Fanhões, presta Homenagem póstuma a Procópio Martinho Gageiro, autodidata como Canteiro Artesão, natural da Freguesia de Fanhões, faleceu em 2014 aos 83 anos, deixando muitos trabalhos espalhados pelo mundo. Desde pequeno cultivou o dom de trabalhar o Calcário Semi-Rijo, a melhor pedra segundo sua opinião, para dar vida a estatuetas, relógios de sol, candeerios, leões, santos e muitas outras obras, que sempre fez com amor, porque dizia: “Eu quando me ponho a fazer um trabalho gosto de fazer tudo. Eu trabalho com gosto, com amor, por amor, Não sou daquelas pessoas que começam a fazer uma peça e daqui por um bocadinho abalam. Eu quando estou a fazer uma peça, seja ela qual for, estou a trabalhar com amor à arte”.

Reconhecido como genial na arte de trabalhar a pedra, realizou obras de grande valor artístico, onde esta obra alusiva aos 50 anos do Sport Lisboa e Fanhões e inaugurada em 1992 é exemplo dessa mestria. Esta obra foi agora recolocada no Jardim dos Bombeiros Voluntários de Fanhões, para que possa ser devidamente contemplada pela população, sendo a única obra do artista em espaço público da Freguesia de Fanhões que lhe presta a devida e justa homenagem. 

Um agradecimento à sua família na pessoa do seu neto Renato Gagério pelo consentimento em tornar pública a sua obra e valorizá-la para memória futura.